segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Homenagem - Pedro Pinheiro


Joaquim José Pedro da Silva Pinheiro, nasceu em Abrigada a 27 de Novembro de 1939. Desde cedo decidiu que queria ser actor. Frequentou o Conservatório Nacional no “Curso de Teatro” de Representação e Encenação. Teve a sua estreia profissional a 30 de Novembro de 1963, no Teatro da Trindade, em Lisboa, onde representou “O Mercador de Veneza”, de Shakespeare.
Para além de actor também foi autor, encenador e director, teve uma actividade diversificada na área do espectáculo, tanto no teatro como na rádio, no cinema e na televisão.
No cinema entrou em 15 filmes como actor entre os quais, "O Passado do Presente" de Manuel de Oliveira, "Malteses, burgueses e às vezes" de Artur Semedo, "A vida é bela" de Luís Galvão Teles, e o seu último filme, Amália de Carlos Coelho da Silva.
Na rádio fez teatro radiofónico, folhetins, programas de divulgação cultural, programas de poesia e juvenis.
Na televisão participou em diversas peças teatrais. Participou em várias séries e sitcoms, entre as quais, "Ai life", "Capitão Roby", "A Minha Família é uma Animação", "As Aventuras de Camilo", "A Loja do Camilo", "Inspector Max", "Detective Maravilhas", "Campeões e Detectives". Destaca-se as séries "O Solar Alfacinha" e “Histórias da Nossa Terra”, onde participou como autor e actor, e também a série "Malucos do Riso" onde actuou e foi um dos autores da série. Na TV também participou nas novelas, "Origens, "Roseira Brava", "Os Lobos", "Ajuste de Contas", "Anjo Selvagem", "O Olhar da Serpente", "Tudo por Amor" e "Fascínios".
Fez ainda diversas dobragens, actividade regular entre os anos 70 até aos anos 90. Participou nas dobragens de séries como, "O Pequeno Urso Misha", "As Aventuras de Tom Sawyer", "Heidi", "Puchi", "Babar", "Wally Gator", "Bell e Sebastião", "O Alsapão", "A Terra dos Ursos", "Chobin", "Dink" entre outras. Participou ainda em vários filmes Disney, "A Dama e o Vagabundo", "Hércules", "A Pequena Sereia", "Tarzan", "Atlântida - O Continente Perdido", "A Bela e o Monstro" e "A Espada era a Lei". Dobrou ainda a série "Patoaventuras" para o Disney Channel tornando-se assim a voz portuguesa do "Tio Patinhas".
No Teatro participou em diversas peças, tanto como actor mas também como encenador e autor. Ficou mais conhecido por fazer comédia e peças infantis. Em 2000, foi galardoado com o Grande Prémio de Teatro Português com a peça “Encontro com Rita Hayworth”.
Completou em 2008, 45 anos de carreira, para celebrar a data foi editada uma biografia "Actor de Mil Palcos" por Luciano Reis. Nesse mesmo ano viria a falecer, vitima de cancro.

Video de Homenagem




Comentário
Para mim, um grande actor português. Tive a oportunidade de ver algumas peças infantis do Pedro Pinheiro. Lembro-me bem da primeira, foi numa festa de Natal. Não achei nenhum piada quando reparei que nesse ano havia uma peça, mas passados alguns minutos da peça, já estava completamente agarrado à história e gostei bastante. Recebi nessa festa uma cassete de áudio com histórias narradas pelo actor. Ainda guardo a k7!
A personagem dobrada pelo actor que me ficou melhor na memória foi o Eddie da série "A Terra dos Ursos".


Comentem!!

1 comentário:

Zé Tomes disse...

Parabéns pelo trabalho de recolha!