segunda-feira, 1 de Junho de 2009

Sítio do Picapau Amarelo


A série brasileira "Sítio do Picapau Amarelo" é baseada nos livros do escritor Monteiro Lobato, considerado o melhor escritor infantil no Brasil, até hoje.
José Bento Renato Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, a 18 de abril de 1882 e faleceu em São Paulo, a 4 de julho de 1948. Foi um dos escritores brasileiros mais influentes do século XX. Foi o "precursor" da literatura infantil brasileira e ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo e divertido da sua obra de livros infantis, que consiste aproximadamente metade da sua produção literária. A outra metade, consiste em inúmeros contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, prefácios, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro e um único romance, O Presidente Negro, que não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças.
O primeiro livro com as personagens do Sítio foi editado em 1920. A partir daí foram editados mais 37 livros.
A adaptação da Globo foi a quarta produzida para a televisão. Os textos desta versão foram da responsabilidade de Wilson Rocha, e também de Marcos Rey, Sylvan Paezzo e Benedito Ruy Barbosa. A direcção geral e a idealização do programa foi de Geraldo Casé. O programa teve cerca de 9 anos no ar(1977-1986) e teve no total 1.436 episódios. Ao longo do tempo, o elenco sofreu várias alterações

História

Dona Benta é uma velhota que vive no Sitio do Pica-Pau Amarelo. Com ela vivem, a Tia Anastácia, que trata dos cozinhados da casa, e sua neta ,Lúcia, mais conhecida como Narizinho. Como vivem muito sozinhas, Narizinho cria um mundo de fantasias, no qual a personagem principal é a sua boneca Emília, feita pela Tia Anastácia com restos de panos. Também vivem no sítio o velho Tio Barnabé e seus ajudantes Zé Carneiro e Malazarte, responsáveis pela manutenção do sítio.
Um dia Narizinho conhece o Príncipe Escamado do Reino das Águas Claras, que por coincidência, fica localizado no ribeirão do sítio. O Príncipe fica encantado com a menina e convida para conhecer o seu reino. No reino, Narizinho é apresentada aos mais proeminentes súbditos, como a azeda Carochinha, responsável por administrar os contos de fadas, e determinada a manter o Pequeno Polegar preso nos livros. Também o Doutor Caramujo, um cientista, que dá a Emília a pílula falante. Depois de ingerir o remédio, Emília começa a falar.
Durante o período de férias escolares, Narizinho tem como companhia, o primo Pedrinho, que estuda na cidade grande onde vive com a sua mãe. O Menino também tem um amigo feito pela tia Anastácia, o Visconde de Sabugosa, feito de uma espiga de milho velha, que também ganha vida. Por ter sido esquecido, um bom tempo no meio dos livros, o visconde adquiriu uma admirável sabedoria, tornando-se intelectual e cientista.
No sítio do Pica-Pau Amarelo tudo é possível. A Fantasia mistura-se com a realidade, e faz parte do cotidiano da Narizinho e do Pedrinho.

A série estreou em Portugal em 1981.

Genéricos

Ano 1


Ano 2


Ano 3


Ano 4


Ano 5


Ano 8


Personagens

Dona Benta-Zilka Salaberry


Tia Anastacia-Jacyra Sampaio


Narizinho-Rosana Garcia(Do ano 1 ao ano 4)


Emília-Reny de Oliveira(Do ano 2 ao ano 7)


Pedrinho-Júlio César(Do ano 1 ao ano 4)


Visconde de Sabugosa-André Valli


Tio Barnabé-Samuel dos Santos


Zé Carneiro-Tonico Pereira


Ganize-Canarinho


Saci Pererê-Romeu Evaristo


Cuca-Stela Freitas(Do ano 2 ao ano 4)



Videos
























Comentário
Adorava ver o sitio! As histórias de Monteiro Lobato são muito imaginativas e divestidas. Adorava a mistura da fantasia dos personagens dos contos de fadas.


Deixem os vossos comentários!!

3 comentários:

Madrigal disse...

A cuca e o saci metiam-me medo!!lol
Só faltou mencionares que houve um remake em 2001 ou 2002, não sei bem. ;)

Vieira disse...

Nasci em 87, não vi esta série, mas os meus pais falam dela com saudade. Encontrei este blog por acaso e está excelente. Sou um grande apreciador de desenhos animados, principalmente daqueles que marcaram a minha infância. Ao criador dou os parabéns, é uma óptima iniciativa. Recordar é viver!

Anónimo disse...

Hoje tenho 43 anos e sempre na minha retórica tento ser durâo para descartar o sudozismo e sentimentalismo. Porém ao ver as fotos dos personagens do sítio tenho tanta saudade deles que dá vontade de fazer a vida voltar. Ou então produzir um mundo como o sítio do pica pau. Obrigado a todos aqueles que diretamente ou indiretamete produziram este programa. bruno99711207@hotmail.com