terça-feira, 30 de setembro de 2008

Dartacão e os Três Moscãoteiros


O genérico do "Dartacão" que tinha na minha antiga conta do youtube foi o video mais visto de toda conta com mais de 300 mil visitas. Quase todos os dias recebia novos comentários, isto mostra bem o sucesso que foi o "Dartacão" e continua a ser.
A série foi criada por Claudio Biern Boyd. Os 26 episódios foram produzidos em 1981 pela espanhola BRB internacional e a japonesa Nippon animation.
"Dartacão" é uma adaptação fiel do romance de Alexandre Dumas, "Os três mosqueteiros", embora tenha alguns pormenores diferentes tais como os protagonistas serem cães, ou a amada do protagonista chamar-se Julieta em vez de Constance.

Alexandre Dumas nasceu em Villers-Cotterêts a 24 de julho de 1802 e faleceu em Puys a 5 de Dezembro de 1870. Seu nome de baptismo era Dumas Davy de la Pailleterie. Nasceu na região de Aisne, próximo a Paris. Era neto do marquês Antoine-Alexandre Davy de la Pailleterie e de uma escrava (ou liberta, não se sabe ao certo) negra, Marie Césette Dumas. Seu pai foi o General Dumas, grande figura militar de sua época.
Dumas começou por escrever artigos para revistas e também peças para teatro como Henrique III e sua Corte ou Christine. Apesar de ganhar bem, tinha uma vida extravagante, ou seja, gastava mais do que ganhava. Em 1840, casou-se com uma actriz, Ida Ferrier, mas continuou a manter seus casos com outras mulheres, sendo pai de pelo menos três filhos fora do casamento. Um desses filhos, que recebeu o seu nome, seguiria seus passos na carreira de novelista e escritor de peças teatrais.
Entre as suas obras estão romances como, "O Conde do Monte Cristo", "A dama das Camélias", "A túlipa negra", e claro "Os três mosqueteiros". O romance "Os três mosqueteiros" é o primeiro de uma trilogia, o 2º é "Vinte anos depois" e por último "O Visconde de Bragelonne".

A série teve uma continuação "O Regresso de Dartacão", produzida em 1989.

História

A história começa no ano de 1625 na Gasconha quando Dartacão parte para França para se tornar num Moscãoteiro. No caminho conhece a dama Julieta(Aia da Rainha) por quem fica apaixonado. Já em Paris conhece os famosos três moscãoteiros da guarda de sua majestade, Dogos, Mordos e Arãomis. Apesar de alguns desentendimentos rapidamente tornam-se amigos. Juntos vão combater o Primeiro Ministro o Cardeal Richelião e os seu comparsas.


Episódios

1-A viagem de Dartacão
2-O misterioso cavaleiro do bigode preto
3-Paris, a capital da fantasia
4-Os moscãoteiros invencíveis
5-Sr. de Tréville, o capitão dos três moscãoteiros
6-Dartacão contra os três moscãoteiros
7-Luís XIII, o Justo
8-O segredo de Julieta
9-O sequestro de Julieta
10-A grande evasão
11-Milady hipnotizadora
12-Dartacão apaixonado
13-A estreia de Pom
14-À procura de Julieta
15-A grande lição de Dartacão
16-Diamantes ou lágrimas da rainha
17-Aventura em Londres
18-Depressa, antes que toque a valsa
19-A grande prova
20-Dartacão e o Falcão Azul
21-O misterioso barco pirata
22-Dartacão na selva
23-Não toques os sinos
24-O falso conde de Rocãoforte
25-O veneno de Milady
26-Parabéns, moscãoteiro Dartacão


Personagens:

Dartacão e o seu cavalo Rofty

Voz - João Lourenço

Mordos

Voz-João Perry

Arãomis

Voz - António Montez

Dogos

Voz - Manuel Cavaco

Julieta

Voz - Isabel Ribas

Pom

Voz - João Perry

Cardeal Richelião

Voz - António Montez

Milady

Voz - Maria Emília Correia


Esta série estreou em Portugal em 1983 aos Sábados de manhã. Rapidamente tornou-se num sucesso sendo repetida várias vezes na RTP. Em 1995 repetiu na TVI várias vezes e actualmente pode ser vista no Disney Channel com a mesma dobragem felizmente.


Genérico da série



Letra do genérico

Eram uma vez os três
Os famosos moscãoteiros
Do pequeno Dartacão
Tão bons companheiros

Os melhores amigos são
Os três moscãoteiros
Quando em aventuras vão
São sempre os primeiros

Quando eles vão combater
Já não há rival algum
O seu lema é um por todos
E todos por um

O amor de Julieta
É o Dartacão
E ela é a predilecta
Do seu coração

Dartacão, Dartacão
Correndo grandes perigos
Dartacão, Dartacão
Perseguem os bandidos
Dartacão, Dartacão
E os três moscãoteiros longe
Vão chegar

Dartacão, Dartacão
És tu e os teus amigos
Dartacão, Dartacão
Em jogos divertidos
Dartacão, Dartacão
Vocês são moscãoteiros
A lutar

Episódio





Produtos da Série

Caderneta de Cromos


Single da Banda Sonora em Português



Figuras PVC


Gelados


Entre outras coisas.

Nos anos 80 a série foi editada em vhs. Em 1999 foi editada novamente em vhs juntamente com a série "A volta ao mundo de Willy Fog" em fascículos.


Entretanto já começou a ser editada em dvd.
Primeiro foi editado um dvd com os primeiros 3 episódios mas a editora não deu continuidade ao lançamento da série.


Também saiu o filme do "Dartacão" que resulta num resumo da série, e claro com uma nova dobragem. Este filme já passou algumas vezes no Canal Panda.


Livros para pintar


Cartas


Blocos



Finalmente no ano passado a editora Prisvideo começou a editar a série em dvd. Já foi editada a série completa em 6 DVDs.





A editora "Planeta Dagostini" também editou a série em DVD.

Comentem!!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Artur


As primeiras 8 séries foram produzidas pela Cinar, depois foi adquirida pela Cookie Jar group(a mesma do Ruca).
Esta série já venceu 3 Emmys na categoria de melhor programa animado para
crianças.
Ao todo já foram feitas 11 temporadas com 145 episódios no total. A 12º e 13º séries estão em produção.
"Artur" é mais uma série de desenhos animados adaptada de livros de sucesso. Neste caso a colecção de livros "Arthur"de Marc Brown.
Marc Brown é escritor de livros infantis e nasceu a 25 de Novembro de 1946, em Erie na Pensilvânia. Além de autor dos livros é também ilustrador. O Marc é sobretudo conhecido pela colecção de livros "Artur" e as suas séries de desenhos animados. Os nomes de seus três filhos, Tolón, Tucker e Eliza foram escondidos em todos os livros do Artur.

Alguns Livros:



História

Artur é um orycteropus afer de oito anos, vive com os seu pais e as suas irmãs Dolly e Catarina na cidade Ellwood. . Tanto os livros como a série de TV gira à volta da vida do Artur e as suas aventuras, os dilemas, a escola, os amigos, a família etc...
A série retrata também problemas sociais e de saúde ligados às questões que afectam as crianças. Existe um ênfase forte sobre o valor educativo do livro e das bibliotecas, bem como as relações com os amigos e a família.

Algumas Personagens:

Artur

Voz-Teresa Chaves

Dolly

Voz-Zélia Santos

Pai do Artur

Voz-Jorge Mota

Mãe do Artur

Voz-Clara Nogueira

Grandão

Voz-Jorge Mota

Francine

Voz-Ângela Marques

Cérebro

Voz-Raul Pereira

Fiffy

Voz-Lucinda Afonso

Gorducho


Voz-Rui Oliveira

Susana

Voz-Clara Nogueira

Prunella

Voz-Rosa Quiroga


A série passou a primeira vez em Portugal em 1997 na rtp 2. A dobragem foi feita nos estúdios da Somnorte e dirigida por Jorge Mota. A série repetiu várias vezes na rtp, sendo a última no ano passado.

Genérico da série interpretado por Nuno Aragão e Zélia Santos


Letra:
Começou quando nasce lá o céu
estrada fora cá vou eu
ser Artur por mais um dia

Por isso ei
Tu bem sabes que eu bem sei
Pois eu bem que te avisei
ser tu mesmo dia a dia

Começa pelo coração
quando precisar
presta-lhe atenção
deixa-o respirar
dá-lhe um empurrão se ele se acanhar
eis tudo o que é preciso
não há que enganar

E não adianta
fingir que não és capaz
que tal gostares de ti
assim para começar


Por isso ei
Tu bem sabes que eu bem sei
Pois eu bem que te avisei
ser tu mesmo dia a dia
Tu bem sabes que eu bem sei
Tu bem sabes que eu bem sei


Episódio-O Artur passa a noite fora



A editora Castelo lopes editou em dvd a primeira série de 30 episódios em 6 dvds.



Em 2005 passou na rtp 2 uma nova série tendo como protagonista o amigo do Artur, o Grandão. A série tem o titulo "Os postais do Buster", os tradutores não traduziram o nome "Buster" para português como na série do Artur.
Excerto da série:

Infelizmente a personagem principal não foi dobrada pelo mesmo actor, o Jorge Mota mas sim pelo Jorge Seabra Paupério.

domingo, 28 de setembro de 2008

O Romance da Raposa


Em 1988 foi adaptado para desenhos animados o livro " O romance da raposa" de Aquilino Ribeiro.
Aquilino Gomes Ribeiro (1885-1963) nasceu em Carregal de Tabosa, Sernancelhe, e faleceu em Lisboa. Com o objectivo de ser padre, frequentou o colégio jesuíta da Lapa, os seminários de Lamego, Viseu e Beja. Em 1906 abandona o seminário e fixa-se em Lisboa, dedicando-se à defesa da república através de textos conspiratórios. Devido a uma explosão no seu quarto, onde morrem dois carbonários, foge para Paris e só regressa em 1914. Dedica-se então ao ensino e junta-se ao grupo da Seara Nova. Entre 1927 e 1928, sofre algumas perseguições e chega mesmo a ser preso, conseguindo fugir para Paris. Em 1959, é-lhe movido um processo censório pelo seu romance Quando os Lobos Uivam. A sua obra romanesca insere-se numa linha camiliana.
O livro "O romance da raposa" foi dedicado ao seu filho Aníbal e também foi a sua prenda no Natal de 1924.

Edição do livro "O Romance da Raposa" com ilustrações a cores Benjamin Rabier(versão original)


Edição do livro "O Romance da Raposa" com ilustrações a preto e branco. Esta versão começou a ser editada nos anos 60.


Excerto de um documentário sobre a vida e obra do autor


Série

A produção da série esteve a cargo da extinta Topefilme juntamente com a Telecine e foi realizada por Artur Correia e Ricardo Neto, dois dos mestres da animação portuguesa. Foram produzidos 13 episódios de 13 minutos cada.
A série é fiel á linguagem do livro, com muitas rimas e lenga-lengas.

História

"O romance da raposa" conta a história da Salta-Pocinhas uma raposa, raposeta, matreira, fagueira, lambisqueira! A raposinha Salta-Pocinhas é mandriona e faz tudo para ter a barriga cheia, desde enganar o Rei Lobo até roubar galinhas aos aldeões. Mesmo quando fica velha consegue enganar os outros animais e não só.


A Série estreou na RTP em 1988.

Genérico da Série


Letra

Mil famosas aventuras
aqui se vão relatar,
de certa Salta-Pocinhas
que tem muito que contar.

É matreira e embusteira
e um pouco pintalegreta.
Quando calha, ratoeira;
senhora de muita treta.

"Mestra de ladinas artes,
sou fagueira e lambisqueira;
em cata de algum biscato
vou passando a vida inteira.

Cá vou eu, póis-catrapós,
raposinha de uma figa!
Corro os bosques, bato o mato,
só para encher a barriga!

Sentada num penedinho
vou deitar contas à vida:
aventureira e farsante
só foi na justa medida.

Neste mundo tão vilão,
talvez um dia descanse,
eu, escalfada em roda-viva,
autora do meu romace!"

Personagens

Salta-Pocinhas

Voz-Fernanda Figueiredo

Corvo

Voz-Joel Branco

Lobo

Voz-Luís Horta

Texugo D. Salamurdo

Voz-António Semedo


Neste excerto a Salta-Pocinhas engana o Rei Lobo para poder papar a sua comida



Foram lançados em 89 alguns produtos da série.
Uma colecção de 36 calendários editados pela Impala.



Um vinil com canções da série


Livro de BD

Foi editado recentemente uma versão em BD do livro "Romance da Raposa". O livro foi escrito e desenhado por Artur Correia, segundo a obra de Aquilino Ribeio. Artur Correia é um dos poucos cultores de banda desenhada infanto-juvenil em Portugal. Foi um dos criadores da série de 13 episódios produzidapara a RTP em 1988. Os desenhos do livro têm base nos desenhos da série.


O estúdio Raposa fez um audiobook do livro "O romance da raposa".
Podem ouvir em:
http://www.estudioraposa.com/index.php/category/audiobooks/

Comentem!!!