domingo, 28 de setembro de 2008

O Romance da Raposa


Em 1988 foi adaptado para desenhos animados o livro " O romance da raposa" de Aquilino Ribeiro.
Aquilino Gomes Ribeiro (1885-1963) nasceu em Carregal de Tabosa, Sernancelhe, e faleceu em Lisboa. Com o objectivo de ser padre, frequentou o colégio jesuíta da Lapa, os seminários de Lamego, Viseu e Beja. Em 1906 abandona o seminário e fixa-se em Lisboa, dedicando-se à defesa da república através de textos conspiratórios. Devido a uma explosão no seu quarto, onde morrem dois carbonários, foge para Paris e só regressa em 1914. Dedica-se então ao ensino e junta-se ao grupo da Seara Nova. Entre 1927 e 1928, sofre algumas perseguições e chega mesmo a ser preso, conseguindo fugir para Paris. Em 1959, é-lhe movido um processo censório pelo seu romance Quando os Lobos Uivam. A sua obra romanesca insere-se numa linha camiliana.
O livro "O romance da raposa" foi dedicado ao seu filho Aníbal e também foi a sua prenda no Natal de 1924.

Edição do livro "O Romance da Raposa" com ilustrações a cores Benjamin Rabier(versão original)


Edição do livro "O Romance da Raposa" com ilustrações a preto e branco. Esta versão começou a ser editada nos anos 60.


Excerto de um documentário sobre a vida e obra do autor


Série

A produção da série esteve a cargo da extinta Topefilme juntamente com a Telecine e foi realizada por Artur Correia e Ricardo Neto, dois dos mestres da animação portuguesa. Foram produzidos 13 episódios de 13 minutos cada.
A série é fiel á linguagem do livro, com muitas rimas e lenga-lengas.

História

"O romance da raposa" conta a história da Salta-Pocinhas uma raposa, raposeta, matreira, fagueira, lambisqueira! A raposinha Salta-Pocinhas é mandriona e faz tudo para ter a barriga cheia, desde enganar o Rei Lobo até roubar galinhas aos aldeões. Mesmo quando fica velha consegue enganar os outros animais e não só.


A Série estreou na RTP em 1988.

Genérico da Série


Letra

Mil famosas aventuras
aqui se vão relatar,
de certa Salta-Pocinhas
que tem muito que contar.

É matreira e embusteira
e um pouco pintalegreta.
Quando calha, ratoeira;
senhora de muita treta.

"Mestra de ladinas artes,
sou fagueira e lambisqueira;
em cata de algum biscato
vou passando a vida inteira.

Cá vou eu, póis-catrapós,
raposinha de uma figa!
Corro os bosques, bato o mato,
só para encher a barriga!

Sentada num penedinho
vou deitar contas à vida:
aventureira e farsante
só foi na justa medida.

Neste mundo tão vilão,
talvez um dia descanse,
eu, escalfada em roda-viva,
autora do meu romace!"

Personagens

Salta-Pocinhas

Voz-Fernanda Figueiredo

Corvo

Voz-Joel Branco

Lobo

Voz-Luís Horta

Texugo D. Salamurdo

Voz-António Semedo


Neste excerto a Salta-Pocinhas engana o Rei Lobo para poder papar a sua comida



Foram lançados em 89 alguns produtos da série.
Uma colecção de 36 calendários editados pela Impala.



Um vinil com canções da série


Livro de BD

Foi editado recentemente uma versão em BD do livro "Romance da Raposa". O livro foi escrito e desenhado por Artur Correia, segundo a obra de Aquilino Ribeio. Artur Correia é um dos poucos cultores de banda desenhada infanto-juvenil em Portugal. Foi um dos criadores da série de 13 episódios produzidapara a RTP em 1988. Os desenhos do livro têm base nos desenhos da série.


O estúdio Raposa fez um audiobook do livro "O romance da raposa".
Podem ouvir em:
http://www.estudioraposa.com/index.php/category/audiobooks/

Comentem!!!

16 comentários:

Anónimo disse...

eu tenho o romance da raposa todo gravadinho!!! ta gravado ainda nas velhas cassetes de 8mm k anteceram as VHS...lembrome mt disto e nasci em 1987

Penso Blog Existo disse...

Trabalhei nesta casa na década de 80. Pintei esta animação, "A minha querida casa", "O Mistério da Lagarta no Jardim, muitos e muitos trabalhos de publicidade.
Enfim, embora um miúdo de 17 ou 18 anos, esta casa, a Topefilme foi o meu primeiro emprego e apesar de ainda um rapaz algo "verde", gostei muito e julgo ter contribuido de forma muito profissional os trabalhos que referi.

Princesinha disse...

Eu nasci em 1986 e também me lembro muito bem... porque foi o primeiro desenho animado que me traumatizou. Adorava até ao episódio em que a raposa faz um bebé de palha e o deita no rio à noite. Essa cena marcou-me e obriguei o meu paio, enquanto chorava imensamente, a apagar todos os episódios que ele tinha gravado em vhs...

artcor disse...

Aproveitem para ver deste autor o site:
http://artoon.planetaclix.pt

Um abraço de Artur Correia Jr

Anónimo disse...

Alguém pode colocar todos os episodios no youtube?

art jr disse...

é boa ideia. vou colocar os episodios no youtube. vai dar uma trabalheira...!

Anónimo disse...

Tenho o livro e achei um maximo mas ainda nao o acabei deler tem palavras muito complicadas...

Anónimo disse...

Até vem a lágrima ao canto do olho a recordar esta série... A-DO-RA-VA!! Tenho o vinil e vou ver se o 'desenterro' do baú. =) Parabéns pelo excelente trabalho aqui no blog!

artcor disse...

Já tá uma catrefada de episodios no youtube. É só carregar! Em breve estarão mais.. até ao fim.
Busquem am artoon2010 no youtube
Art Jr

Anónimo disse...

Eu tenho uma grande sorte... o meu tio é o Ricardo Neto, um dos criadores do Romance da Raposa!
Ele contribuiu muito para que este filme fosse realizado! E eu só nasci em 1996, e adorava o "Romance da Raposa"!!! É uma sorte para mim ter um tio tão talentoso :)

Anónimo disse...

Os episódios do Romance da Raposa estão no Youtube já.

Pedro disse...

ANTES DE MAIS TENHO DE AGRADECER TODO O TRABALHO QUE TEVE. TENHO 22 ANOS MAS A MINHA INFÂNCIA FICOU MARCADA POR ESTES DESENHOS, NUMA vhs QUE A MINHA MÃE TINHA (ONDE NUNCA GRAVOU O ÚLTIMO EPISÓDIO).
NO YOUTUBRE PASSA DO EPISÓDIO 11 PARA O 13...È ENGANO OU FALTA MESMO ESSE EPISÓDIO.
oBRIGADO

Artemis disse...

Parabéns a quem criou ou contribuiu de alguma forma para este desenho animado.Até me vieram lágrimas aos olhos ao recordá-lo. Hoje tenho 30 anos e lembro-me do meu pai me chamar salta pocinhas quando eu fazia alguma matreirice.
Hoje sou emigrante e venho aqui matar saudades no teu blog.

boss ferreira monteiro disse...

Só uma correcção: tecnicamente o lobo é um Vizo-Rei (Vice-Rei), não um Rei, o Rei será o "el-Rei Leão", que era mencionado mas nunca aparecia (porque reinava em África e portanto 'tava longe das beiras :).

Anónimo disse...

Viva O Romance da Raposa!
Obrigada por este post.
.....
http://www.livebinders.com/play/play?id=906199
mdlr

ari vida disse...

Pois já somos dois ou duas ;) os trabalhos do nosso tio são excepcionais.